segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Ano Novo e "Carpe Diem"!


Lindos e lindas,

 Finalmente mais um ano vai ficando para trás. Lembro-me perfeitamente quando brindávamos a chegada deste com euforia e esperança do que nos esperava, só não sabiamos exatemente o que nos esperava. Enfim, amamos, brigamos, fizemos as pazes, realizamos sonhos, perdemos, ganhamos... E hoje, encontramo-nos todos exatamente como a um ano atrás, aguardando freneticamente a chegada de mais um novo ano! Que 2012 se vá e leva junto consigo todas as tristezas que nos trouxe. Mas, que nos deixe as boas lembranças dos maravilhosos momentos que nos permitiu viver, as novas amizades, as vitórias e conquistas. Quanto ao novo ano, que venha e que nos traga 365 oportunidades, boas oportunidades. Que acima de qualquer coisa, venhamos praticar o amor em todos os seus níveis (se é que posso dizer assim), que venhamos fazer novos amigos e continuar cuidando daqules que já estão conosco a longas datas. Que venhamos aproveitar cada minuto, cada segundo das nossas vidas como se fosse o último momento. Afinal, minha frase de ordem para 2013 é "Carpe Diem". E principalmente, que Deus permaneça sendo o centro das nossas vidas! Tudo de bom para todos!!! FELIZ ANO NOVO!!!!

Beijos e abraços com todo meu carinho.
Dani Moreira

sábado, 29 de dezembro de 2012

Escritores da Liberdade

Por Dani Moreira

Olá pessoas! Que saudades do meu cantinho... Bom, esses dias aproveitei o recesso da universidade para relaxar e ver alguns filmes. Filmes que tratam de educação, diversos deles, porém um deles me chamou bastante atenção: "Escritores da Liberdade", extramente sensível e especial, principalmente por se tratar de uma história baseada em fatos reais. O filme conta a história da professora Erin Gruwel que se inicia na docência em uma escola extremamente heterôgenea, com alunos de gangues, brancos, negros, latinos, além de uma direção extramente preconceituosa. A professora Gruwell é responsável pelos alunos da sala 203, alunos que fazem parte do programa de integração, ou seja, adolecsentes provindos de famílias pobres, muitos envolvidos com gangues, outros que já estiveram presos em reformatórios, vítimas de vários tipos de violência. No primeiro dia a professora percebe que a escola está muito longe do que ela imaginava, mas continua. Ela começa a tentar conhecer os seus alunos para que assim consiga desenvolver um trabalho com eles e mais que isso devolvê-los a esperança e uma perspectiva de vida. Não é fácil, nem tão simples assim, aos poucos ele vai descobrindo sobre eles e tenta trabalhar com livros que os incentiva  e dialoguam com sua realidade. Ela os incentiva a escrever suas histórias em diários, faz passeios e trabalha o diário de Anne Frank, mesmo com resistência da direção da escola, que colocava empecilhos em tudo o que ela queria fazer para que os alunos se interessassem em aprender. Por conta própria compra livros ( já que a escola não permite que use os que possuem por lá), paga passeios, faz tudo o que está ao seu alcance para transformar aquelas pessoas, inclusive, sacrifica o seu casamento. Enfim, tudo isso me faz pensar em mim mesma enquanto futura professora e de alguma maneira em escolas quase que nas mesmas condições da representada no filme e vivida pela Erin Gruwell. Alunos com problemas em casa, envolvidos com drogas etc. É uma tarefa difícil, professor não é nenhum "salvador da pátria", nenhum super-herói, mas pensando que se queremos de fato fazer alguma coisa, é possível, ainda que a tal mudança alcance apenas um ou uma pequena parte de um grupo, é possível.

 Informações Técnicas:
Titulo no Brasil : Escritores da Liberdade
Titulo Original : Freedom Writers
País de Origem : Alemanha e E.U.A.
Gênero : Drama
Classificação etária : Livre
Tempo de Duração : 122 Min.
Ano de Lançamento : 2007
Direção : Richard Lagravanese
Produção : Danny Devitor , Michael Shamberg , Stacy Sher
Elenco : Milary Swank , Patrick Dempsey , Scott Gleend , Imelda , Staunton , April Lee Hernanes etc.

                                                                                                      
                                                                            

sábado, 24 de novembro de 2012

Amigos são para essas coisas

Por Dani Moreira

Sexta-feira, final de tarde, um pequeno grupo de amigos resolve sair para se divertir um pouco e esquecer o estresse do dia. Foram contando piadas, dando risadas, se divertindo. Pararam no sinal e um carro com dois jovens tocava alto umas músicas eletrônicas, daquelas que tocam em baladas. A amiga que estava no carona, fez uma dança engraçada, que acabou chamando a tenção do rapaz, que notou a amiga que estava ao volante! Prato cheio para um flerte!
Foram pela pista, dando sinais, um buzinando para o outro, um parando ao lado do outro, um ultrapassando o outro... Que divertido! Enquanto isso, os outros amigos colocavam lenha na fogueira, afinal, a amiga motorista precisava de um "love". Até que alguém teve a brilhante idéia de dar o telefone da moça ao rapaz do carro ao lado, foi uma confusão, pois ela não queria, não queria ( no fundo queria). Um dos amigos, pegou um papel, caneta e anotou o número do celular da amiga e o seu nome. A amiga da frente,muito prontamente deu um jeito de entregar o papel pela janela! Que aventura, que loucura! A menina acelerava, mas felizmente o moço conseguiu aproximar o carro e pegar o papel. E qual não foi a surpresa, passado alguns segundos a moça recebe um sms do jovem se identificando e com um elogio: você é linda! Os amigos vibraram no carro!!!
Depois disso, ele ligou, ela não atendeu, arrependeu-se e retornou. Ele queria saber para onde ela estava indo, porém ela não lhe contou a verdade  e combinaram de se falarem depois. Seguiram todos e foram tomar um gostoso sorvete e bater um bom papo. Afinal, amigos são para essas coisa!

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

As sem razões do amor - Carlos Drummond de Andrade

E aqui, meu poema preferido desse brilhante poeta, Carlos Drummond de Andrade.



Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga. 

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários. 

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.
  
Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.



quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Medo

Por Dani Moreira



 E hoje me deu medo.
medo do medo que sinto de amar
medo do medo que sinto de me entregar
Completa e intensamente.

De que vale ser bem sucedida, 
chegar à lugares altíssimos,
construir uma bela carreira profissional
e estar só?

Medo, maldito medo,
porque faz parte de mim?
Não te chamei aqui,
não preciso de você.

Se amar é sofrer, como dizem os poetas
então eu quero sofrer,
quero ter a graça de sofrer,
e conhecer o encanto e o sentido
que possue o verdadeiro amor,
sem sentir medo.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Uma lágrima

 Por Dani Moreira



E uma lágrima rolou no meu rosto.E ela era reflexo da tristeza que habitava o meu coração.


segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Apenas sorrimos.

Por Dani Moreira

Malditos 600km... pensei, enquanto imaginava o que poderiamos estar fazendo nesse momento. Preciso encontrar um jeito de ir até lá o mais breve possível. Essa coisa de amor à distância não é muito a minha cara. Prefiro estar frente a frente, um pertinho do outro... O toque, os amassos, os beijos... Ah! os beijos! Seus longos, doces, suaves, saborosos e provocantes beijos.
E mais uma vez entramos madrugada a fora em altos e envolventes papos. Até que decidimos nos encontar, precisavámos nos ver e o mais rápido possível. Esperariamos o próximo final de semana e eu iria até lá! Mal pude conter minha ansiedade. Finalmente nos encontrariamos depois de tanto tempo longe, se comunicando apenas pelo telefone e pela internet.
Chegou o dia combinado, arrumei minha mala com minhas mais lindas roupas... Nada exagerado, mas tudo com um tom de romance... Peguei o meu melhor perfume, aquele com cheiro inesquecível combinado ao cheiro original do meu corpo e parti. Embarquei no primeiro ônibus. Quanta emoção, cinco horas de pura emoção. Quanto mais perto estava, mais nervosa e ansiosa ficava. Nossa, não sei como cabia tanta emoção dentro de mim...
Desci do ônibus, aflita, o procurando e logo o avistei! Me esperava, lindo como sempre... Veio em minha direção e me surpreendeu com um longo e apertado abraço que se seguiu de um apaixonado beijo. Parecia um sonho! Aquela rodoviária encontrava-se muito agitada, em meio a  um vai e vem de pessoas, porém, naquele momento, era como se só existissemos nós dois, apenas nós dois. Esperamos tanto por aquele  momento... Demorou para nos desgrudarmos. Nos entreolhamos e sorrimos. Não dissemos nada, apenas sorrimos.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Um romance intenso...

Por Dani Moreira

Preciso viver um romance intenso. Intenso como eu sou intensa! Um romance desses que nos tiram o fôlego. Desses que fazem o coração bater forte, muito forte mesmo, sabe? Que fazem as pernas tremerem, as mãos suarem, gelarem, as palavras nos faltarem...Que fazem a gente fazer loucuras... Um romance onde um simples beijo revele tudo o que está escondido dentro de nós, todos os sentimentos adormecidos, sem pudor, sem medos, sem levar em consideração uma falsa moral. Algo avassalador, que nos arrebate a alma, que com simples gestos traduza toda a intensidade de uma paixão, ou ainda, a doçura, delicadeza, pureza, ingenuidade e sensibilidade, emitidas pelo mais belo dos belos sentimentos: o AMOR.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Minha namorada - Vinicius de Moraes

Olá pessoas! Que saudades de tudo isso aqui! Tenho que justificar a minha ausência aqui no blog. Desta vez, nem foi por conta de tempo, a questão agora foi técnica mesmo, fiquei sem computador, mas agora  já estou de volta e tentarei ser mais atenciosa com esse meu cantinho. E para recomeçar de uma vez, vou postar uma música do Vinicius de Moraes. Esses dias, estava recordando de uma tarde que passei com um grande amigo e juntos assistimos à um documentário sobre o Vinívius... Realmente foi muito bom aquele dia. E hoje, acabei me deparando com esta bela letra que quero compartilhar com vocês. Espero que curtam... Beijos e queijos a todos e todas. Até mais.

Minha Namorada

Meu poeta eu hoje estou contente
Todo mundo de repente ficou lindo
Ficou lindo de morrer
Eu hoje estou me rindo
Nem eu mesma sei de que
Porque eu recebi
Uma cartinhazinha de você

Se você quer ser minha namorada
Ai que linda namorada
Você poderia ser
Se quiser ser somente minha
Exatamente essa coisinha
Essa coisa toda minha
Que ninguém mais pode ser
Você tem que me fazer
Um juramento
De só ter um pensamento
Ser só minha até morrer
E também de não perder esse jeitinho
De falar devagarinho
Essas histórias de você
E de repente me fazer muito carinho
E chorar bem de mansinho
Sem ninguém saber porque

E se mais do que minha namorada
Você quer ser minha amada
Minha amada, mas amada pra valer
Aquela amada pelo amor predestinada
Sem a qual a vida é nada
Sem a qual se quer morrer
Você tem que vir comigo
Em meu caminho
E talvez o meu caminho
Seja triste pra você
Os seus olhos tem que ser só dos meus olhos
E os seus braços o meu ninho
No silêncio de depois
E você tem de ser a estrela derradeira
Minha amiga e companheira
No infinito de nós dois

As palavras

Por Dani  Moreira

As palavras tem seu peso,
a depender das nossas emoções.
Podem ser leves, amorosas,
amigas e nos trazer paz.
Mas, também, são capazes de matar
quando violentas, egoístas
incompreensivas e sem noção.
É inevitável não penetrarem
o mais profundo do coração.
Podem ferir e magoar,
ou podem tranquilizar.
Podem anunciar um começo
ou podem anunciar um final.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O amor morreu dentro de nós

Por Dani Moreira

E o amor morreu dentro de mim.
Morreu a paixão, a empolgação.
Perdeu-se o encanto,
O que resta agora é apenas a desilusão.

A solidão volta a ser minha companheira,
A saudade já não tem lugar no meu coração
E as lembranças são apenas o que fica
De uma frustrada relação

E o amor morreu dentro de mim
E o amor morreu dentro de nós
Tal qual uma plantinha que não
foi regada, não foi cuidada
e murchou, e morreu
dentro de nós....

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Românticos



Por Dani Moreira

Olá pessoas! Tudo bem com vocês? Outro dia estava escutando umas canções do Vander Lee e me deparei com uma que me chamou bastante atenção: Românticos. Música lindíssima. Fiquei pensando naquela letra e que pessoas românticas estão cada dia mais raras. Eu costumo dizer que sou uma "mulher à moda antiga", gosto de receber flores, gosto de sair pra passear de mãos dadas, gosto de jantar à luz de velas. A quem possa dizer que essas coisas são bregas, pode até ser, mas eu acho o máximo. Ficar juntinho, cuidar do outro... Sinto falta dessas coisas hoje. Acho que as pessoas (não generalizando, é claro) estão um pouco egoístas, sei lá. Porém, apesar dos pesares, ainda acredito que existam esse "tipo em extinção", deve haver alguns perdidos em algum lugar... Um beijo e um queijo para vocês e até uma próxima...

Abaixo, letra da canção "Românticos", de Vander Lee.




Românticos são poucos
Românticos são loucos
Desvairados
Que querem ser o outro
Que pensam que o outro
É o paraíso...
Românticos são lindos
Românticos são limpos
E pirados
Que choram com baladas
Que amam sem vergonha
E sem juízo...
São tipos populares
Que vivem pelos bares
E mesmo certos
Vão pedir perdão
Que passam a noite em claro
Conhecem o gosto raro
De amar sem medo
De outra desilusão...
Romântico
É uma espécie em extinção!
Romântico
É uma espécie em extinção!
Românticos são poucos
Românticos são loucos
Desvairados
Que querem ser o outro
Que pensam que o outro
É o paraíso...
Românticos são lindos
Românticos são limpos
E pirados
Que choram com baladas
Que amam sem vergonha
E sem juízo...
São tipos populares
Que vivem pelos bares
E mesmo certos
Vão pedir perdão
Que passam a noite em claro
Conhecem o gosto raro
De amar sem medo
De outra desilusão...
Romântico
É uma espécie em extinção!
Romântico
É uma espécie em extinção!
Românticos são poucos
Românticos são loucos
Como eu!
Românticos são loucos
Românticos são poucos
Como eu! Como eu!

segunda-feira, 30 de abril de 2012

O som do coração

Por Dani Moreira
Gênero: Drama
Ano: 2007
Duração: 100 minutos
Origem: EUA
Direção: Kirsten Sheridan
Roteiro: Nick Castle e James V. Hart, baseado em história de Paul Castro e Nick Castle
Produção: Richard Barton Lewis
Fotografia: John Mathieson
Elenco: Freddie Highmore ( August Rush/ Evan Taylor), Keri Russel ( Lyla Novacek), Jonathan Rhys Meyers ( Louis Connelly), Robin Williams (Wizzard), Leon G. Thomas III (Arthur), Terrence Howard (Richard Jeffries), Jamia Simone Nash ( Hope), William Sadler ( Thomas), Alex Oloughlin (Marshall), Aaron Staton ( Nick) e Jamie Okeefe ( Steve).


Pense em em filme apaixonante e emocionante.... Com certeza " O som do coração" é um desses filmes. Li em outras resenhas que o filme tem um final previsível e realmente tem, mas é um final tão mágico! Aliás todo ele é mágico! Sem falar da trilha sonora que é perfeita!É para pessoas apaixonadas por música...  Mas vamos ao que interessa.

O filme conta a história de Evan Taylor ( Freddie Highmore), um garoto que tem 11 anos de idade, ouve música por todos lados e é um prodígio, musicalmente falando. O garoto vive em um orfanato e é filho do guitarrista irlandês Louis Connelly (Jonathan Rhys Meyers) e da violoncelista Lyla Novacek (Keri Russell) que se encontraram casualmente em uma noite de lua cheia ao som de um cara que tocava ali por perto. Ali se apaixonaram, se amaram e prometeram se ver novamente. Mas esse encontro foi frustrado pelo pai de Lyla, que estava grávida e após o nascimento do bebê, depois de um acidente, acreditava que seu filho estava morto, induzida pelo pai que colocou o menino para adoção, sem que ninguém soubesse. O garoto sempre acreditava que ia encontrar seus pais conduzido pela música, já que ouvia a música em tudo.
Ele conhece o Mago( Robbim Williams) um explorador de talentos musicais de crianças de rua, que te dá o nome de August Rush. Em meio a tudo isso, sua mãe descobre que está vivo e passa a procurá-lo. O garoto tem a oportunidade de estudar em uma escola de música e é convidado para participar de um concerto onde ele é o regente. Antes disso tem um encontro com o pai, na rua, sem saber de quem se tratam, juntos fazem um som lindo (para mim, uma das partes mais emocionantes do filme). Lyla também participa do concerto, mas vai embora depois da sua apresentação, porém é motivada a voltar quando ouve a música de seu filho. Louis, também é atraído pela música do garoto e como é fácil prever, os três se encontram magicamente através da música.


         

sábado, 17 de março de 2012

Antes idiota que infeliz (Arnaldo Jabor)

Uma vez Renato Russo disse com uma sabedoria ímpar: 'Digam o que disserem, o mal do século é a solidão'. Pretensiosamente digo que assino embaixo sem dúvida alguma. Parem pra notar, os sinais estão batendo em nossa cara todos os dias. Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes, danças e poses em closes ginecológicos, chegam sozinhas e saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros que estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos.Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos 'personal dance', incrível. E não é só sexo não, se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida? Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão 'apenas' dormirem abraçados, sabe essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega. Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamos-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a 'sentir', só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós. Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos ORKUT, o número que comunidades como: 'Quero um amor pra vida toda!', 'Eu sou pra casar!' até a desesperançada 'Nasci pra ser sozinho!' Unindo milhares ou melhor milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis. Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos. Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa. Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega. Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí? Seja ridículo, não seja frustrado, 'pague mico', saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso à dois. Quem disse que ser adulto é ser ranzinza, um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele. Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é para continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: ' vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida'.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Feliz dia internacional da mulher!!!

Mulheres que choram, sofrem, amam...
Se irritam, esperam, surpreendem...
Poderia usar vários adjetivos para nos definirmos, mas quero apenas desejar um Feliz dia da mulher, para todas as mulheres guerreiras, que acreditam que tudo é possível e são apaixonadas pela vida!
Beijos e queijos a todas!
Dani Moreira.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Por Dani Moreira


Chegou e foi embora com a mesma rapidez que o trouxe.
Veio como chuva de verão,
Como fogo que rapidamente consome a palha.
Tão sútil e tão veloz...
Mal deu tempo de dizer oi!
Não deu tempo de dizer adeus!
Simplesmente chegou e com a mesma intensidade foi embora.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Me disponho

Por Dani Moreira


Queria dizer-te bonitas palavras,
Meu Senhor
Mas quando recorro ao meu vocabulário
me decepciono, pois percebo que todas já foram usadas.
O ideal, então, seria inventar uma nova palavra
uma palavra que designasse tudo que Tu és para mim.

Enquanto não a invento
Enquanto não a descubro
Me disponho te adorar,
com tudo o que tenho,
com tudo o que sou,
como oferta viva derramada no teu altar.

Enquanto não a invento,
enquanto não a descubro,
Me disponho te adorar e
declarar todo o meu amor por Ti,
Meu Senhor.

Atende-me

Por Dani Moreira

Venho a Ti, Senhor
Meu coração está aflito
Angustiado, contrito
Chamando por Ti
Clamando por Ti
Precisando do teu cuidado
Do teu consolo, do teu amor
Precisando de Ti, Senhor

Atende a minha oração
Atende o meu clamor
Tenhas compaixão de mim
Atende-me meu Salvador!

Somente em Ti
Espera minh'alma
Somente em Ti
Deposito minha confiança,
minha esperança.

Mar agitado

Por Dani Moreira

O mar da minha vida está agitado!
As ondas querem me afogar.
Sinto que estou submergindo.
As águas são profundas e não sei nadar.
Já não tenho forças...

Eu te clamo, Senhor
Eu te chamo, Senhor
Ajuda-me, não me deixe perecer
Não me deixe afundar
Segure na minha mão
me traga de volta a superfície.

Tu és o meu socorro, minha fortaleza
Em ti, somente em ti, sei que posso confiar.

Tua presença

Por Dani Moreira

Não existe lugar melhor
senão a Tua presença.
Lugar de vida, de paz, de consolo,
de alegria...
Lugar onde encontro forças para prosseguir,
onde me sinto segura, protegida.
Lugar de onde nunca, jamais pretendo sair.
Em Tua doce presença, Senhor
quero para sempre estar,
quero pra sempre habitar.

No Poder do Teu Amor

Por Dani Moreira

Oi pessoas, que a doce paz do nosso Senhor Jesus seja com todos e com todas. Para mim não há nada melhor do que falar do amor de Deus. Amor incondicional, incorruptível, atemporal, me faltam adjetivos para qualificar esse tão imenso e perfeito e amor. Se existimos, é por causa desse amor. por causa do amor do nosso Pai, temos vida e a temos com abundância, por que, por amor entregou seu único filho, que, também por amor, se entregou por amor de nós, por mim e por ti. Não tenho palavras suficientes para expressar a minha gratidão de ante de tão grande bondade, tão grande amor... Pelo poder desse amor, somos renovados, transformados, restaurados... Entre tantas e tantas canções que falam desse amor, tem uma em especial que fala muito ao meu coração. Que Deus continue vos abençoando grandemente pelo poder do Seu amor..


.

Meu amor maior/ Responde-me

Meu amor maior

Tu és o meu amor maior
Razão da minha existência.
Tu és o meu bem querer,
o meu maior tesouro.
Socorro bem presente nas horas mais difíceis.
Me destes 0 fôlego de vida,
morrestes em meu lugar,
me destes a salvação.
Tu me escolhestes e me amastes primeiro,
Por isso a Ti entrego o meu ser,
tudo o que sou como oferta viva derramada em teu altar.
Eu te adoro, Senhor
com todo meu ser, com tudo o que sou...
Sou tua,totalmente tua...
Usa-me, Senhor
Se preciso for, me quebra e me faz de novo...



Reponde-me

Já vai alta madrugada
e aqui estou a orar
a desabafar com o meu Senhor,
o meu melhor amigo.
As lágrimas rolam no meu rosto,
já não posso suportar tanta dor,
Só me resta te adorar, Senhor...
Meu consolador, procuro esplicações,
procuro respostas, mas parece que se calastes.
Quero voltar a sorrir
Quero voltar a ver a luz do dia
Responde-me, Senhor...


" Eu, porém, esperarei no Senhor, esperarei no Deus da minha salvação: o meu Deus me ouvirá." ( Miquéias 7:7)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Desejo...

Por Dani Moreira
Desejo que chova!
Chova muito!
Caia um temporal...

Que a água dessa chuva
se misture às minhas lágrimas
e lave a minha alma
aflita, ansiosa, angustiada
por viver um misto de emoções.

Que a água dessa chuva
lave o meu rosto aflito
e enxague o meu coração
carente, vulnerável, temendo a solidão.

Que a água dessa chuva
lave e leve para longe
toda impureza, toda incerteza
tudo o que o leva à desilusão.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Ensaio sobre a cegueira - José Saramago

Por Dani Moreira

"Ensaio sobre a cegueira" é um romance que foi escrito em 1995, pelo escritor português José Saramago. É um livro totalmente angustiante, mas que consegue prender a atenção do leitor. Tudo começa quando um homem fica cego subitamente enquanto estava no semáforo, a partir daí uma cegueira branca toma conta de toda uma população. O governo decide agir colocando as primeiras pessoas cegas em quarentena, onde então, se inicia todo o sofrimento contado na história. É um livro que causa sensações diferentes em cada leitor, pois trás à tona a essência do ser humano, o que as pessoas são capazes de fazer diante de uma situação tão catastrófica quanto à contada na história. Somos capazes de amar, de cuidar, de proteger, mas também, até mesmo de matar, se preciso for. Fiquei a refletir, só não o fazemos por conta dos nossos valores morais e também religiosos. Refleti, também, sobre a questão dos olhos, que como dizem, são a janela da alma. Muitas vezes, não somos cegos, porém não conseguimos enxergar o que realmente existe a nossa volta. O livro, me fez pensar na responsabilidade que se existe em enxergar, num momento em que ninguém mais ver, que é o que acontece com uma das personagens do romance, a mulher do médico, que em meio a epidemia da cegueira branca, foi a única que teve sua visão intacta e se viu "obrigada" a ajudar as pessoas que estavam contigo, além de ter que assistir sozinha ao grande caos instalado na cidade. Como disse no início é um livro angustiante, porém, vale muito a pena ler e tirar suas próprias conclusões.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A surpresa

Por Dani Moreira

E a moça estava cheia de expectativa e curiosidade. Mal esperava a hora em que iria encontrar o seu (até então) namorado. Não imaginava a bela surpresa que lhe aguardava.
Colocou o seu melhor vestido, um lilás, de seda que caia como uma luva sobre o seu corpo. Discreto e elegante, com um tom romântico, bastante apropriado para aquela ocasião. Colocou uma linda e delicada tiara nos cabelos e fez uma maquiagem bem suave. Estava linda e impaciente a espera do seu amor.
Finalmente ele chegou. Trajava calça jeans, camisa manga 3/4 azul claro. Estava bem arrumado e perfumado, do jeito que a moça gostava.
- Nossa, como você está elegante! Disse ela, com um tom de contemplação. Ele, mais contemplativo ainda e hipnotizado com a beleza da moça, respondeu-lhe delicadamente:
- Não mais que você, meu bem. Você está linda! Maravilhosamente linda!
Acompanhou-a até o seu carro e seguiram para o local, até então desconhecido para ela, já que o moço lhe faria uma surpresa. Chegaram ao local de destino. Uau! Ela mal podia acreditar... Era um restaurante belíssimo com vista para o mar. Foram acompanhados por uma recepcionista até a mesa que ele havia reservado, em um lugar estratégico, na parte exterior do restaurante, de onde podiam sentir o cheiro do mar além de poderem contemplar o brilho da lua e das estrelas. A bela moça estava sem palavras, afinal de contas, não esperava por isso. Porém, mal sabia ela que a surpresa maior e melhor ainda estava por vir.
Comeram, beberam, dançaram, desfrutaram um da companhia do outro, conversaram, riram, se divertiram bastante naquela noite. De repente, sentados à mesa, ele suavemente pegou a sua mão, fixou o olhar no dela e começou a lhe explicar o real motivo pelo qual à trouxera para aquele lugar tão lindo, quase mágico. Confessou-lhe que a cada dia que passava o amor que sentia por ela crescia dentro de si. Que seu maior desejo era estar ao seu lado, construir uma vida juntos, pois sem ela as coisas já não faziam sentido. Tirou um par de alianças do bolso da calça e com muita convicção, olhando no fundo dos seus olhos, perguntou:
- Casa comigo?
As lágrimas discretamente caíram pelos olhos da jovem que sem conter a emoção respondeu com um lindo sorriso no rosto:
- É claro que sim, meu amor. Como poderia recusar o seu pedido se o que você deseja é exatamente o mesmo que eu desejo? Tudo o que mais quero é construir uma vida com você.
Trocaram as alianças e comemoraram com um longo beijo apaixonado. Após tudo isso, após todas essas emoções e declarações saíram a caminhar pela praia, de mãos dadas, imaginando como seria sua nova vida juntos e se possível, para sempre. Aquela foi, sem dúvida alguma, a noite mais linda que já viveram.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

A paz - Roupa Nova


Por Dani Moreira

Olá pessoas!

Tudo bem com vocês? Espero e creio que sim. Bom, depois de messes sem postar aqui no Simples Assim e também no Adoração por Excelência, estou aproveitando a chegada do novo ano para postar uma canção do Roupa Nova, na verdade uma versão feita da música "Heal The World" de Michael Jakson, que fala sobre a Paz. E tudo o que mais quero nesse ano é PAZ, muita PAZ! Chega de tanta violência, chega de tanta morte desnecessária. Que possamos viver em amor, que venhamos ser mais flexíveis e maleáveis, tolerantes. Que venhamos nos suportar em amor e viver em paz com todos, se isso for possível. Até porque, tudo depende de nós, dos nossos atos, de como agimos com o nosso próximo. Paz, é tudo o que peço!!! Beijos e queijos a todos e a todas.


[...]

Deve haver um lugar dentro do seu coração
Onde a paz brilhe mais que uma lembrança
Sem a luz que ela traz já nem se consegue mais
Encontrar o caminho da esperança

Sinta, chega o tempo de enxugar o pranto dos homens
Se fazendo irmão e estendendo a mão

Só o amor, muda o que já se fez
E a força da paz junta todos outra vez
Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a terra inteira feliz

Se você for capaz de soltar a sua voz
Pelo ar, como prece de criança
Deve então começar outros vão te acompanhar
E cantar com harmonia e esperança

Deixe, que esse canto lave o pranto do mundo
Pra trazer perdão e dividir o pão

Só o amor, muda o que já se fez
E a força da paz junta todos outra vez
Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a terra inteira feliz

Quanta dor e sofrimento em volta a gente ainda tem
Pra manter a fé e o sonho dos que ainda vêm
A lição pro futuro vem da alma e do coração
Pra buscar a paz, não olhar pra trás, com amor

Se você começar outros vão te acompanhar
E cantar com harmonia e esperança

Deixe, que esse canto lave o pranto do mundo
Pra trazer perdão e dividir o pão

Só o amor, muda o que já se fez
E a força da paz junta todos outra vez
Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a terra inteira feliz

Só o amor, muda o que já se fez
E a força da paz junta todos outra vez
Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a terra inteira feliz

Só o amor, muda o que já se fez
E a força da paz junta todos outra vez
Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a terra inteira feliz

Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a terra inteira feliz

(Composição: Michael Jackson/Versão: Nando)

Feliz 2012!!!

É, e mais um ano se findou e um outro novinho chegou, com páginas em brancos para podermos escrever a nossa história! Desejo a todos e a todas, que este seja um ano regado de bençãos e realizações. Que Deus permaneça sendo o centro das nossas vidas e dos nossos corações. Que, se em algum momento, surgirem pedras, obstáculos no nosso caminho, não venhamos esmorecer, mas, seguremos nas mãos de Deus e continuemos a trilhar nosso caminho e a escrever a nossa história. Vamos viver mais, amar mais, orar mais, aproveitar cada momento, cada instante, minutos e segundos como se fosse o último. Não vale a pena se aborrecer com bobagens, com coisas fúteis, sem importância. Vamos viver, e viver uma vida abundante, porque foi Deus quem nos Deus.
Beijos e queijos a todos,
Dani Moreira.