terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Por Dani Moreira


Chegou e foi embora com a mesma rapidez que o trouxe.
Veio como chuva de verão,
Como fogo que rapidamente consome a palha.
Tão sútil e tão veloz...
Mal deu tempo de dizer oi!
Não deu tempo de dizer adeus!
Simplesmente chegou e com a mesma intensidade foi embora.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Me disponho

Por Dani Moreira


Queria dizer-te bonitas palavras,
Meu Senhor
Mas quando recorro ao meu vocabulário
me decepciono, pois percebo que todas já foram usadas.
O ideal, então, seria inventar uma nova palavra
uma palavra que designasse tudo que Tu és para mim.

Enquanto não a invento
Enquanto não a descubro
Me disponho te adorar,
com tudo o que tenho,
com tudo o que sou,
como oferta viva derramada no teu altar.

Enquanto não a invento,
enquanto não a descubro,
Me disponho te adorar e
declarar todo o meu amor por Ti,
Meu Senhor.

Atende-me

Por Dani Moreira

Venho a Ti, Senhor
Meu coração está aflito
Angustiado, contrito
Chamando por Ti
Clamando por Ti
Precisando do teu cuidado
Do teu consolo, do teu amor
Precisando de Ti, Senhor

Atende a minha oração
Atende o meu clamor
Tenhas compaixão de mim
Atende-me meu Salvador!

Somente em Ti
Espera minh'alma
Somente em Ti
Deposito minha confiança,
minha esperança.

Mar agitado

Por Dani Moreira

O mar da minha vida está agitado!
As ondas querem me afogar.
Sinto que estou submergindo.
As águas são profundas e não sei nadar.
Já não tenho forças...

Eu te clamo, Senhor
Eu te chamo, Senhor
Ajuda-me, não me deixe perecer
Não me deixe afundar
Segure na minha mão
me traga de volta a superfície.

Tu és o meu socorro, minha fortaleza
Em ti, somente em ti, sei que posso confiar.

Tua presença

Por Dani Moreira

Não existe lugar melhor
senão a Tua presença.
Lugar de vida, de paz, de consolo,
de alegria...
Lugar onde encontro forças para prosseguir,
onde me sinto segura, protegida.
Lugar de onde nunca, jamais pretendo sair.
Em Tua doce presença, Senhor
quero para sempre estar,
quero pra sempre habitar.

No Poder do Teu Amor

Por Dani Moreira

Oi pessoas, que a doce paz do nosso Senhor Jesus seja com todos e com todas. Para mim não há nada melhor do que falar do amor de Deus. Amor incondicional, incorruptível, atemporal, me faltam adjetivos para qualificar esse tão imenso e perfeito e amor. Se existimos, é por causa desse amor. por causa do amor do nosso Pai, temos vida e a temos com abundância, por que, por amor entregou seu único filho, que, também por amor, se entregou por amor de nós, por mim e por ti. Não tenho palavras suficientes para expressar a minha gratidão de ante de tão grande bondade, tão grande amor... Pelo poder desse amor, somos renovados, transformados, restaurados... Entre tantas e tantas canções que falam desse amor, tem uma em especial que fala muito ao meu coração. Que Deus continue vos abençoando grandemente pelo poder do Seu amor..


.

Meu amor maior/ Responde-me

Meu amor maior

Tu és o meu amor maior
Razão da minha existência.
Tu és o meu bem querer,
o meu maior tesouro.
Socorro bem presente nas horas mais difíceis.
Me destes 0 fôlego de vida,
morrestes em meu lugar,
me destes a salvação.
Tu me escolhestes e me amastes primeiro,
Por isso a Ti entrego o meu ser,
tudo o que sou como oferta viva derramada em teu altar.
Eu te adoro, Senhor
com todo meu ser, com tudo o que sou...
Sou tua,totalmente tua...
Usa-me, Senhor
Se preciso for, me quebra e me faz de novo...



Reponde-me

Já vai alta madrugada
e aqui estou a orar
a desabafar com o meu Senhor,
o meu melhor amigo.
As lágrimas rolam no meu rosto,
já não posso suportar tanta dor,
Só me resta te adorar, Senhor...
Meu consolador, procuro esplicações,
procuro respostas, mas parece que se calastes.
Quero voltar a sorrir
Quero voltar a ver a luz do dia
Responde-me, Senhor...


" Eu, porém, esperarei no Senhor, esperarei no Deus da minha salvação: o meu Deus me ouvirá." ( Miquéias 7:7)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Desejo...

Por Dani Moreira
Desejo que chova!
Chova muito!
Caia um temporal...

Que a água dessa chuva
se misture às minhas lágrimas
e lave a minha alma
aflita, ansiosa, angustiada
por viver um misto de emoções.

Que a água dessa chuva
lave o meu rosto aflito
e enxague o meu coração
carente, vulnerável, temendo a solidão.

Que a água dessa chuva
lave e leve para longe
toda impureza, toda incerteza
tudo o que o leva à desilusão.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Ensaio sobre a cegueira - José Saramago

Por Dani Moreira

"Ensaio sobre a cegueira" é um romance que foi escrito em 1995, pelo escritor português José Saramago. É um livro totalmente angustiante, mas que consegue prender a atenção do leitor. Tudo começa quando um homem fica cego subitamente enquanto estava no semáforo, a partir daí uma cegueira branca toma conta de toda uma população. O governo decide agir colocando as primeiras pessoas cegas em quarentena, onde então, se inicia todo o sofrimento contado na história. É um livro que causa sensações diferentes em cada leitor, pois trás à tona a essência do ser humano, o que as pessoas são capazes de fazer diante de uma situação tão catastrófica quanto à contada na história. Somos capazes de amar, de cuidar, de proteger, mas também, até mesmo de matar, se preciso for. Fiquei a refletir, só não o fazemos por conta dos nossos valores morais e também religiosos. Refleti, também, sobre a questão dos olhos, que como dizem, são a janela da alma. Muitas vezes, não somos cegos, porém não conseguimos enxergar o que realmente existe a nossa volta. O livro, me fez pensar na responsabilidade que se existe em enxergar, num momento em que ninguém mais ver, que é o que acontece com uma das personagens do romance, a mulher do médico, que em meio a epidemia da cegueira branca, foi a única que teve sua visão intacta e se viu "obrigada" a ajudar as pessoas que estavam contigo, além de ter que assistir sozinha ao grande caos instalado na cidade. Como disse no início é um livro angustiante, porém, vale muito a pena ler e tirar suas próprias conclusões.