terça-feira, 4 de junho de 2013

Nos últimos messes venho refletindo sobre o quanto a vida é ou tem sido injusta. Fico me perguntando porque as pessoas que mais amamos são levadas assim de forma tão súbita, tão inesperada, tão implacável. O ideal seria que essas pessoas nunca se fossem ou se fossemos todos juntos. Um dia alguém me disse que Deus quer essas pessoas perto dele. Tudo bem, mas e nós? O que devemos fazer com a dor, com a saudade e com o vazio deixado em nós? Porque as coisas precisam ser desse jeito? Enfim, enquanto isso, vou sofrendo calada e convivendo com as boas lembranças.....