quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Simples II



Acho complicado falar de si mesmo. Não há para mim tarefa mais difícil. É melhor que outros falem de nós, bem ou mal, mas que falem de nós. Depois de muito tempo pensando sobre falar de si, percebi que sou uma pessoa simples, de jeito, gestos e gostos simples. Apesar disso, prefiro falar dos meus gostos. Gosto do amanhecer e do entardecer; gosto de olhar o céu e admirar a lua e as estrelas... Gosto de parar para contemplar o mar. Gosto de ouvir o som da chuva caindo no meu telhado. Gosto de estar com os amigos, poucos, mas sinceros. Gosto de receber o carinho da família, coisas como a benção dos pais, a comidinha da vovó e o olhar amoroso do vovô; as brincadeiras com a primarada e as briguinhas de irmãos. São dessas coisas que gosto, são essas pequenas coisas e gestos que definem quem eu sou. Ouvi ou li em algum lugar (e acredito) que as coisas mais sofisticadas e elegantes são as mais simples. E é assim que me defino: Simples.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não esqueça de deixar seu comentário. Ficarei muito grata.